sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

#Resenha Marley & Eu - John Grogan


Sinopse - Marley & Eu - A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo - John Grogan

        John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. 

        Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.

Resenha


        Um livro que todo mundo já conhece, ou já assistiu o filme,  é um livro que fez muito sucesso, e logo após eu ler o livro eu fui logo assistir o filme, e se o filme é bom o livro é muito melhor.. O livro é bem emocionante, mas tem umas partes que chega a ser  chata pra ler, eu gostei bastando do livro mesmo não gostando de cachorros e animais, agora pra você que tem um cachorro, que ama seu cachorro vai gostar bem mais do livro, e vai se apaixonar e chorar lendo.

        Então recomendo esse livro para todas as pessoas, não só para aquelas que tem seu cachorro e gosta de animais, mas também para pessoas que assim como eu, não tem um apego pelos animais. De uma curiosidade em ler o livro aprendi que os animais pode ser seu melhor amigo, e ele com certeza não vai te magoar.
Destacarei um pequeno trecho..

Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. Um cão não julga os outros por sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro. Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro. Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele.




2 comentários:

Juliana disse...

Não sou muito fã de livros com animais.
Eu já ouvi muito falar nesse livro, mas não tenho muita vontade de lê-lo.
Gostei da sua resenha, e concordo que animais nunca irão nos magoar, já estou seguindo.

Beijos,

http://ser-escritora.blogspot.com.br/

Delírio Literário disse...

Obrigado Juliana.

Postar um comentário