domingo, 23 de dezembro de 2012

#Indicação - Chocolate

Olá, faz um tempinho que não faço indicações de filmes, então lembrei de um filme que eu assisti um tempo atrás, e lembro que esse filme me marcou muito e que eu adorei demais. Então pensei nele como indicação pro blog.
Chocolate - Poster


110 min -  Ação, Drama
Direção:
Prachya Pinkae

Roteiro:
Chukiat Sakveerakul, Napalee










Sinopse: 

Uma jovem mulher autista, metade Tailandesa, metade Japonesa, filha de um Yakuza, e apaixonada por chocolate e filmes de artes marciais, revela ter dons especiais e reflexos apurados.
Ela começa a treinar imitando movimentos de filmes.
Quando ela testemunha o espancamento da mãe por alguns gangsters, suas habilidades se tornarão necessárias, já que confrontos reais surgirão muito além da televisão.


Resenha: Como assisti a um tempo atrás, eu não lembro direito, mas se vocês forem assistir vocês não vão se arrepender, apesar de ser um filme bem triste, tem uma estória de vida incrível, e que muitas vezes, as pessoas que estão ao nosso redor, estão nos protegente e a gente não percebe isso. O filme contém boas cenas de lutas, e confesso que foi o primeiro filme que contém lutas que eu gostei.. Achei estranho assistir à um filme com áudio oriental, mas valeu a pena esse esforço rs. A atriz principal, ' JeeJa Yanin ' se garantiu nas lutas e na bela atuação, Voadora, cotovelada, joelhada… Ela desce o braço! Na fábrica de gelo, no açougue, a menina vai pra guerra. E tem mais: Prachya Pinkaew, o diretor do filme, fez tudo sem cabos, sem dublê, sem nada. A porradaria é de verdade, nos créditos aparecem algumas cenas. Tem ator caindo da marquise, tomando chute na cara, é um festival de gelo e maca pra tudo quanto é lado. Então é isso, espero que vocês vejam esse filme, eu mesmo vou ver de novo qualquer dia.

O trailer aí embaixo pra vocês assistirem..


2 comentários:

Joilson Junior disse...

Eu não curti esse filme não. O enredo é pobre, mal feito.
Destaque apenas para a pancadaria que é muito bem feita *-*

Delírio Literário disse...

Pois eu amei

Postar um comentário